O hino da IPU foi composto pelo Rev. João Dias de Araújo, a pedido do maestro e reverendo João Wilson Faustini, com música de Décio Emerique Lauretti, foi publicado em 1967, período conturbado da política nacional. Tornou-se um dos marcos da comunidade evangélica progressista brasileira, por ressaltar o compromisso dos cristãos contra a desigualdade social, injustiça e miséria. O hino inicia perguntando Que estou fazendo se sou cristão?, Se Cristo deu-me o seu perdão! Há muitos pobres sem lar, sem pão. e conclui após vários versos: Que a injustiça é contra Deus; E a vil miséria insulta aos céus!